» Blog


29/06/2018

Certificação Digital obrigatória para empresas e MEI a partir de julho


A partir do dia 1º de julho, as micro e pequenas empresas, e os microempreendedores individuais (MEI) que emitirem Nota Fiscal Eletrônica ou fizerem cadastros e consultas no e-Social serão obrigados a executarem essas atividades por meio de Certificação Digital. O certificado digital é um documento eletrônico (cartão magnético, token ou arquivo) que permite qualquer pessoa física ou jurídica realizar transações pela internet de forma segura. A nova exigência pretende garantir a validade jurídica, autenticidade e a segurança de dados nas transações feitas pela internet.

Por meio do certificado, será possível assinar contratos e documentos digitalmente sem necessidade de reconhecimento de firma; e efetuar declarações, cadastros e consultas das obrigações com o governo, como imposto de renda de pessoa física e de pessoa jurídica, sem deslocamento, com economia de tempo e dinheiro.

Existem dois tipos de certificado digital: o A1 e o A3. O A1, que tem validade de um ano, é gerado e armazenado no computador do titular, dispensando o uso de cartões inteligentes ou tokens. O A3 é igual ao A1, mas fica disponível em um dispositivo, podendo ser utilizado em qualquer computador e tem validade de três anos. O Centro Empresarial de Santiago disponibiliza, para seus associados, esse tipo de serviço. Mais informações pelo fone 32499100.

 

Luiz Carlos Bohn será empossado para segunda gestão na presidência da Fecomércio-RS

A Fecomércio-RS dá início neste mês de julho aos atos que marcarão a posse da diretoria (eleita em maio) para a gestão 2018-2002, encabeçada pelo empresário Luiz Carlos Bohn que, pela segunda vez, assume a presidência da entidade. O primeiro evento ocorre no dia 2, com a posse administrativa na sede da Fecomércio-RS, em Porto Alegre, a partir das 8h30min. O segundo será no dia 23, às 19h, em jantar de posse que acontece no Salão de Eventos do Hotel Plaza São Rafael. Assumem também como 1º vice-presidente Joel Vieira Dadda; vice-presidente Financeiro, André Luiz Roncatto; e vice-presidente Administrativo, Luiz Antônio Baptistella.

Ao longo de sua primeira gestão, Bohn tornou como permanentes as discussões em torno de temas importantes para o setor terciário gaúcho, entre eles o apoio a Lei de Responsabilidade Fiscal do Estado, à racionalização tributária, à Reforma Trabalhista, entre outros. “Nos posicionamos publicamente em todos os importantes debates nacionais e estaduais”, afirma o dirigente. A atuação permanente junto à sociedade foi uma das metas desenvolvidas durante a primeira gestão de Bohn, a partir da ampliação da presença política da Fecomércio-RS junto ao poder público estadual e federal.

Outros objetivos encaminhados com sucesso no período anterior foram a construção da nova sede administrativa na Zona Norte de Porto Alegre e a implementação de um programa de eficiência administrativa e financeira visando a elevação de receitas e a contenção de gastos. Porém, uma das principais práticas adotadas na gestão de Bohn, que marcou o primeiro mandato, será levado agora para a segunda gestão: o da comunicação. “Nos primeiros quatro anos mantive abertos canais de comunicação com empresários e sindicatos, pois liderar implica criar um ambiente de diálogo que permita que as decisões surjam de forma natural’, destaca o presidente.

Antes de assumir a presidência da Fecomércio-RS pela primeira vez, Bohn, de 72 anos, atuou na vice-presidência financeira da entidade. No meio sindical, presidiu entre 2004 a 2010 o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescon/RS) e, desde 2008, preside o Conselho Fiscal do PGQP. Natural de São Sebastião do Caí, o empresário é bacharel em Ciências Contábeis e proprietário da L.C. Bohn Contabilidade, empresa formada em 1967 com sede em São Sebastião do Caí e filiais. Possui, ainda, negócios nos ramos varejista e imobiliário na região.

Ao longo de sua carreira, Bohn recebeu diversos reconhecimentos pela sua atuação no meio empresarial, entre as quais a Comenda Porto do Sol (Câmara de Vereadores de Porto Alegre, em 2012), Medalha José Gerdau Johannpeter (2016), Comenda do 9º Batalhão da Polícia Militar (2017), Supermercadista Honorário (Agas, em 2017), Medalha Mérito Farroupilha (Assembleia Legislativa, em 2017), Diploma de Colaborador Emérito do Exército (Comando Militar do Sul, em 2017) e, por último, o de Personalidade Dirigente Empresarial (FCDL-RS, em2017).

 


Veja também:


14/11/2018

» Vamos fazer vitrines bonitas para o Natal?

14/11/2018

» Sindi Estágios participa da Feira das Profissões

14/11/2018

» Black Week está chegando


Comentários: