» Blog


28/09/2021

Demanda por crédito no país com alta de 11% em agosto


A busca por financiamento no Brasil voltou a crescer em agosto, registrando o quarto mês consecutivo de expansão. O Índice Neurotech de Demanda por Crédito (INDC), que mede mensalmente o número de solicitações no varejo, bancos e serviços, subiu 11% no oitavo mês de 2021 tanto na comparação com julho deste ano quanto com agosto de 2020. Em relação a janeiro do ano passado, mês referência pré-pandemia de Covid-19, a alta foi maior: de 41%, com expansão registrada em todos os setores. O segmento de serviços foi destaque ao apresentar crescimento de 95%, seguido pelo varejo (87%) e bancos e financeiras (25%) nesta base de comparação. "O crescimento reflete a volta gradual às atividades para um terreno próximo da neutralidade", avalia Breno Costa, diretor de Produtos e Sucesso do Cliente da Neurotech. Conforme ele, a propensão ao consumo também iniciou um ciclo de recuperação, colaborando para aumento da demanda por crédito por parte dos consumidores. "Neste cenário, é possível que haja uma desaceleração da concessão de crédito na comparação mensal, mas ainda assim o crescimento anual tem se mostrado contínuo", estima.

Em agosto, no confronto com julho, a demanda por financiamento no setor de serviços caiu 7%, enquanto a taxa nos outros segmentos ficou positiva em 35% (varejo) e em 7% (bancos e financeiras). Dentro dos segmentos, o de vestuário (-15%) e o de lojas de departamento (-14%) foram os únicos a registrar queda.

Fonte: Jornal Correio do Povo

 


Veja também:


19/01/2022

» Presidente da Fecomércio visitará Santiago

19/01/2022

» Dirigentes do SESC e do SENAC de Santa Maria estiveram em Santiago

19/01/2022

» Boa Vista aponta que Cadastro Positivo auxiliou 41% dos consumidores a melhorarem nota de crédito nos últimos dois anos


Comentários: