» Blog


20/04/2018

Gasto médio com presentes no Estado será de R$ 171,27


Neste Dia das Mães, os consumidores do Rio Grande do Sul devem desembolsar, em média, R$ 171, 27 com a compra de presentes. Os homens pretendem gastar mais do que as mulheres, R$ 203,03 e R$ 147,06, respectivamente.  Já o número médio de presentes será de 0,97 unidade por pessoa, também em maior proporção entre os homens (1,01 presente), contra 0,95 das mulheres. 

Pela intenção de desembolso apresentada na Pesquisa de Dia das Mães 2018, divulgada nesta quinta-feira (19) pela Fecomércio-RS, a segunda mais importante data para o varejo brasileiro - perdendo apenas para o Natal - deve refletir o atual cenário econômico do Brasil, em processo de retomada do crescimento econômico pelo viés do consumo. Do total de entrevistados, 30,7% afirmaram que irão despender mais ou muito mais do que no ano passado, enquanto 19,8% planeja gastar menos ou muito menos. Entre os entrevistados, 49,5% deve gastar o mesmo que em 2017. 

A pesquisa que ouviu 385 pessoas nas cinco principais cidades de cada Macrorregião do Estado - Porto Alegre, Santa Maria, Caxias do Sul, Ijuí e Pelotas, no período de 23 a 28 de março, mostra que os tipos de presentes mais requisitados serão, novamente, vestuário (55,8%), perfumes/cosméticos (21,6%) e calçados (12,7%). As roupas lideram as todas as faixas sociais, com predomínio entre os consumidores de baixa renda (62,7%).  Entre as modalidades de pagamento,  o pagamento à vista foi a mais citada entre os consumidores consultados (78,7%). A intenção de parcelar (21,3%) é predominante entre os gaúchos das classes média e alta. Entre os que pretendem parcelar, 74,4% vão utilizar a modalidade em até 3 parcelas. 
Em relação aos locais preferidos dos consumidores gaúchos para a compra de presentes, a pesquisa apurou que cada vez mais as lojas do centro das cidades ganham espaço entre os consumidores. Os estabelecimentos foram citados pela grande maioria (73,0%) dos consultados. Os shoppings figuram em segundo lugar (18,2%) como destino de compras dos presentes, seguidos pelas lojas de bairro (7,0%) e centros comerciais (1,8%). Apesar das lojas do centro liderarem para todos os estratos de renda, as mesmas possuem maior concentração de preferência na classe baixa (79,1%). No caso dos shoppings, há maior concentração na classe alta (34,3%).

Entre os entrevistados, 51,9% afirmaram que pretendem proporcionar ou participar de um evento especial no Dia das Mães - sendo que 83,0% desse contingente planeja participar ou proporcionar um almoço ou jantar especial em casa. Os demais 17,0% mostraram interesse em frequentar restaurantes. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Fecomércio

 


Veja também:


19/09/2018

» Você em equilíbrio com o que mais importa: O seu bem-estar

19/09/2018

» Certificação Digital

19/09/2018

» Entendendo a Reforma Trabalhista e a Terceirização


Comentários: