» Blog


22/03/2018

Ovos de Páscoa: por que tão caros?


Entenda por que o item típico da data chega a ser mais de 300% mais caro do que as barras de chocolate, com mesmo peso e marca.

 Uma das datas mais aguardadas do ano está próxima, e com ela, os deliciosos ovos de Páscoa. Mesmo com preços variados, eles chegam aos consumidores com custos mais altos do que similares que também usam o chocolate como matéria-prima. Para quem compara, os valores podem assustar. Em um estabelecimento comercial de Lajeado, uma barra de chocolate de cem gramas custa R$ 4,99, enquanto um ovo de mesma marca e pesagem, R$ 17,18, ou seja, 344% mais caro. 

De acordo com o doutor em Administração e professor da Univates, Samuel de Conto, fabricar ovos custa mais do que fazer as barras, levando a uma significativa diferença no preço. "Eles são mais caros porque os custos de produção e transporte são maiores. Enquanto a da barra leva menos tempo e, do ponto de vista técnico, é mais simples, a fabricação de um ovo é mais complexa, e leva mais tempo, inclusive na etapa de embalagem, que é quase exclusivamente manual", alega. 

Além disso, Conto explica que o transporte dos ovos é mais oneroso, já que é preciso mais espaço em comparação à barra e maiores cuidados com o armazenamento. Diante disso, o produto final chega ao consumidor com preço mais alto do que a mesma quantidade de chocolate em outros formatos. "E aí entra a famosa lei da oferta e demanda. Ao longo do tempo, as pessoas adotaram o costume de presentear com ovos de chocolate nesta época, então a procura cresce significativamente, e do outro lado, as empresas ofertam produtos que, mesmo sendo mais caros, possuem uma demanda fiel", explica. 

 


Veja também:


20/04/2018

» Aumento das vendas traz novo fôlego para o varejo gaúcho

20/04/2018

» Gasto médio com presentes no Estado será de R$ 171,27

19/04/2018

» Aula Inaugural do Treinamento para Desenvolvimento de Habilidades Profissionais e Pessoais


Comentários: