» Blog


12/08/2019

Varejo tem alta de 0,1% em junho


As vendas do comércio varejista brasileiro tiveram leve alta de 0,1%, na passagem de maio para junho deste ano. Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada na quarta-feira, 7 de agosto, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

No acumulado em 2019, o crescimento do setor é de 0,6%. Considerando os últimos 12 meses, a alta é de 1,1%. Os números positivos foram influenciados pela estabilidade econômica em maio e da queda de 0,4 nas vendas em abril. 
Entre maio e junho, três dos oito setores pesquisados tiveram alta. O mercado de calçados, vestuário e tecidos contou com elevação de 1,5%. Também houve aumento entre os artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,3%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (0,1). 
Quedas 
O segmento de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo manteve-se estável. Porém, quatro segmentos pesquisados tiveram queda: combustíveis e lubrificantes (-1,4%), móveis e eletrodomésticos (-1%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-2,4%) e livros, jornais, revistas e papelaria (-0,8%). 

O varejo ampliado, que também analisa os segmentos de materiais de construção e de veículos e peças, manteve-se estável no volume de vendas na passagem de maio para junho. Os veículos, motos, partes e peças cresceram 3,6%, enquanto os materiais de construção recuaram 1,2%. 
Nos demais tipos de comparação temporal, no entanto, o varejo ampliado teve crescimento: média móvel trimestral (0,2%), comparação com junho de 2018 (1,7%), acumulado do ano (3,2%) e acumulado de 12 meses (3,7%).

Fonte: AGV


Veja também:


11/12/2019

» Centro Empresarial de Santiago realiza quinto sorteio da campanha comprar aqui é bom demais

09/12/2019

» Secretário da Previdência Bruno Bianco Leal e deputado Jerônimo Goergen vêm à Fecomércio-RS discutir sobre MP 905

09/12/2019

» Comércio projeta aumento de 5% nas vendas de Natal


Comentários: